Escolha uma Página

Os amantes de carros sempre que fazem aquela roda com amigos para um bom bate papo e Chopp, até que chega aquele tema que gera divergências e muita discussão: Quais os carros mais vendidos na história? É um debate para mais que um final de semana com os amigos, concorda? Com a enorme oferta de veículos disponível no mercado, fica difícil imaginar quais os veículos mais vendidos da história. Muitos acham que são os de marca com mais história, como a Ford, FIAT ou GM. O mais interessante é que, a maioria dos modelos, são vendidos até hoje. Não saíram de linha e continuam conquistando cada vez mais consumidores. Assim, a seguir, mostraremos os 10 carros mais vendidos até hoje e algumas das características que os tornaram sucesso de vendas.

10º Lugar – Volkswagen Passat (+ 15 milhões de unidades vendidas)

passat de 1973
O modelo de 1973 deu inicio à trajetória de um dos carros mais amados da história.

Lançado em 1973, diferentemente do modelo de hoje em dia, o Passat só caiu no gosto dos consumidores quando Ferdinand Piech (Antigo CEO do grupo Volkswagen), o transformou em um modelo mais moderno e refinado, tornando-o um campeão de vendas pelo mundo. O modelo já passou por seis gerações. Quando foi lançado no Brasil, ele revolucionou o mercado e chegou cheio de novidades.

9º Lugar – Ford T (+16 milhões de unidades vendidas)

Ford T
Literalmente o primeiro carro que as pessoas poderiam comprar.

 O Ford T foi fabricado entre 1908 e 1927 e é reconhecido como o primeiro automóvel que qualquer pessoa poderia ter. Foi o primeiro veículo produzido em série do mundo e ficou conhecido no Brasil como Ford de Bigode. O modelo revolucionou o setor automobilístico. Como não havia praticamente nenhum concorrente, o veículo vendeu bastante nos quatro cantos do mundo. Além disso, o carro tinha preço baixo, era seguro, robusto e fácil de dirigir.

8º Lugar – Honda Accord (+17 milhões de unidades vendidas)

Hunda Accord
As franquias mais duradouras sempre são campeãs de venda.

A proposta inicial, lá em 1976, era de um carro acessível, confiável e espaçoso – sendo que essas duas últimas qualidades ainda permanecem até hoje. Apesar do seu porte, o Accord é considerado um carro econômico, especialmente para o padrão norte-americano.

7º Lugar – Honda Civic (+18 milhões de unidades vendidas)

Honda Civic
Grande conhecido dos brasileiros, fez muito sucesso por aqui.

O pequeno e acessível Civic, foi lançado durante uma crise do petróleo nos anos 70, se converteu em referência para os fãs da marca, especialmente por ser considerado um modelo econômico e confiável. Hoje em dia, é o modelo mais vendido da Honda e um dos veículos mais vendidos do mundo. Foi introduzido no mercado como um pequeno hatch e atualmente é o sedã mais vendido do Brasil e um dos mais vendidos do mundo.

Honda Civic antigo
Franquia começou nos anos 70

6º Lugar – Ford Escort (+19 milhões de unidades vendidas)

Xr3 Conversível
Quem não sonhava com um Escort XR3 Conversível?

O Ford Escort foi lançado em 1968, mas só chegou ao Brasil em 1983. No entanto, sempre teve adeptos ao redor do mundo, especialmente entre a classe trabalhadora. Apesar de ter saído de linha em boa parte do mundo, ainda há um modelo na China que ostenta o nome. Sua versão XR3 e XR3 conversível se tornou ícone de status no país e sonho de consumo de diversas pessoas. Entre os pontos positivos do modelo estavam seu design, acabamento e itens modernos para época.

5º Lugar – Lada 1200 (+19 milhões de unidades vendidas)

Lada
Um carro feito pra aguentar o tranco e durar.

Lançado como VAZ 2101, o Lada Riva, grande sucesso na União Soviética, nada mais é do que um Fiat 124 remodelado. Lançado em 1966, ele ficou em produção até 2012. Apesar de nunca ter sido considerado um bom carro, era robusto e capaz de ir para qualquer lugar. Por isso fez muito sucesso.

4º Lugar — Volkswagen Fusca (+23 milhões de unidades vendidas)

Fusca
Como assim o Fusca não é o primeiro lugar?

Criado em 1938 e produzido até 2003 (considerando apenas a configuração original), fez valer a sua proposta de caro popular. O besouro sempre se mostrou versátil, econômico e confiável. Também fez enorme sucesso no Brasil e é um dos carros mais carismáticos de todos os tempos. Prova disso é que até hoje é possível ver diversos fuscas nas ruas.

3º Lugar — Volkswagen Golf (+30 milhões de unidades vendidas)

Golf
Outro que fez sucesso aqui no Brasil.

Criado para substituir o Fusca, o Golf nasceu em 1974 e fez sucesso, especialmente com jovens. Com o tempo, provou sua confiabilidade e versatilidade. Após oito gerações, segue evoluindo e se mantém como referência do segmento. Em alguns países é líder de vendas no seu segmento. Por aqui, as vendas deram uma decaída, mas, o hatch médio continua sendo querido pelas pessoas que buscam prazer em dirigir.

Golf modelo 1074
Golf. Uma história que começou em 1974.

2º Lugar — Ford Serie F (+40 milhões de unidades vendidas)

Ford Série F
A mãe de todas as Pickups

A rainha das picapes nasceu em 1948, obviamente voltada para o trabalho. No entanto, pouco a pouco, se transformou para cumprir exigências dos mais diversos tipos de usuários. A picape é a mais vendida dos Estados Unidos desde 1977 e lidera o mercado por lá, entre qualquer tipo de carro, desde 1983. A caminhonete da Ford é o segundo veículo mais vendido da história. Sua principal característica é o potente motor com propulsores de seis e oito cilindros.

E o Campeão… Toyota Corolla (+43 milhões de unidades vendidas)

Mexe com nossos corações
Corolla
desde 1966 arrebentando nas vendas.

O modelo da Toyota foi lançado em 1966 no Japão e de lá para cá, conquistou e continua conquistando o mundo. Entre suas principais características, podemos destacar: o conforto (acomoda cinco pessoas e há diversas regulagens para achar o melhor modo para a condução), a praticidade (todos os comandos ficam à mão e são fáceis de entender) e espaço para bagagens (o porta-malas tem capacidade para 470 litros, 130 a mais do que o Civic).

Então… Prontos para mais uma resenha com os amigos? Fique ligado para mais conteúdos interessantes, comente, curta nossas redes e até a próxima